História, Dados e Símbolos de Rio do Campo-SC.

por ric — publicado 16/10/2014 11h50, última modificação 11/09/2019 13h35

Principais Dados:

Área: 506.20 km² (fonte: IBGE/2010) 

População: 6.185 (estimativa - fonte: IBGE/2013) 

Eleitores: 5.042 (fonte: TRE-SC/2012) 

 

Colonização

Em meados de 1916, Antônio Haro Varela, liderando um grupo de famílias desce a Serra Geral, fixando residência na localidade hoje conhecida por Rio Azul, este fato é tido como o início do desbravamento de nossas terras. Em 1922, Luiz Bertoli Senior recebe licença para medição da área, hoje território do município de Rio do Campo, que recebia como pagamento por serviços prestados por sua empresa colonizadora. Com a incumbência de colonizar a região e superando pacificamente alguns conflitos com posseiros aqui instalados, Bertoli inicia a venda de lotes aos primeiros colonos. Em 1936 construía-se uma estrada ligando Rio do Campo a Taió, o que acabou impulsionando o processo de colonização e desenvolvimento. Fundação Em 25 de agosto de 1955, através da Lei Municipal nº 194, cria-se o Distrito de Rio do Campo, sendo instalado em 08 de janeiro de 1956. Em 20 de dezembro de 1961 fica criado o município de Rio do Campo, através da Lei Estadual nº 800, de 20 de dezembro de 1961, sendo instalado em 29 de dezembro de 1961, pertencente a comarca de Taió. Rio do Campo fez parte, sucessivamente, de Blumenau, Rio do Sul e Taió, do qual foi desmembrado. 

Cultura e Turismo 

As belezas naturais, especialmente as cachoeiras Varaneira e Salto do Rio do Oeste, são os maiores atrativos de Rio do Campo. O Morro São Roque, com ótimo acesso a partir da SC-114, tem belíssima vista panorâmica do município, constituído por um grupo de famílias vindas do interior, da Serra Geral, em 1916. Depois, em 1922, chegaram os colonos do Vale do Itajaí. Os hábitos e a cultura dos moradores de Rio do Campo receberam influência italiana, alemã, cabocla (brasileira) e polonesa. 

 

Bandeira do Municípionull

Instituída pela Lei nº 414/77, de 18 de outubro de 1977, a bandeira do município tem as seguintes caraterísticas:

A bandeira do Município de Rio do Campo, do tamanho de 30 (trinta) m de comprimento por 20 (vinte) de largura, ou em tamanho maior, obedecendo sempre esta proporcionalidade, compor-se-á de uma faixa azul e outra verde, de igual tamanho e horizontalmente dispostas: de um losango de cor branca colocado no centro da bandeira, tendo impresso o mapa do Município, no qual, por sua vez, se encontra impresso o Brasão do Município.

  • Brasão do Município
    null

    O Brasão do Município é um dos símbolos oficiais de Rio do Campo. Foi instituído pela Lei Municipal nº 409/77, de 05 de setembro de 1977, ano que a cidade completava 16 anos de emancipação política administrativa.

    O brasão tem a seguinte heráldica:

    • Escudo - significa a proteção e a segurança que o Município tem contra tudo e contra todos;
    • Coroa - significa a pujança do município e seu poderio econômico;
    • Toro e a Árvore - significam a indústria madereira em exploração e o alerta para o desenvolvimento no município;
    • Queda d'água - significa o turismo em expansão no município, bem como o potencial hidroelétrico a ser explorado em nosso rios;
    • Chaminé - significa o potencial industrial em desenvolvimento;
    • Arado e a enxada- representam a agricultura em grande desenvolvimento, sendo a maior fonte de renda do Município;
    • Faixa - Em dois planos recurvados para cima, fundo vermelho, com letras brancas, no centro o nome do Município, a esquerda (29/12), a direita (1961), data de emancipação política de Rio do Campo - SC.

 

Hino de Rio do Campo

LEI Nº 1559, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2006.

"INSTITUI O HINO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE RIO DO CAMPO".

Letra: Jean Carlos Külkamp

Melodia por Marcos Roberto Telles dos Santos

A história retrata o passado
Desta terra que me acolheu.
O suor deste povo amado
Este solo com semente enriqueceu.

Os heróis ascendentes chegados,
Me deixaram esta terra como herança.
Das vitórias de meus antepassados,
Bons exemplos estão sempre na lembrança. 

Rio do Campo é a minha cidade,
E eu tenho orgulho de ser.
Meu trabalho é a minha vaidade,
É o que faz o meu Brasil crescer.
Catarinense com muito orgulho,
Riocampense de coração.
Não importam as minhas origens,
Faço parte desta imensa nação.

Eu sou caboclo brasileiro,
Polonês, italiano e alemão.
Não importa se vim do estrangeiro,
Desta terra eu sou cidadão. 

Objetivos desta gente altaneira,
No presente sou a marca que ficou.
O progresso é a minha bandeira,
E com luta Rio do Campo emancipou.